O DIA SEGUINTE

O dia seguinte…

Amanhece o dia e após o reconhecimento e o aceite, mesmo que a contra gosto, da parte vencida, mais quatro anos de governabilidade pela Presidenta Dilma no Brasil será apresentada.

Agora, porém, parece-me que será dificultada pela chamada oposição liderada principalmente pelo ex-candidato derrotado nas urnas Aécio Neves.

A Presidenta Dilma em discurso diz que pretende dar continuidade a tudo que vem dando certo e afirma que irá rever e acertar os erros de outros que não deram. Será que há tempo para tanto? Afinal existem muitos mais erros que acertos e como esperança é a última que morre, aguardemos.

Espero porém que a luta da oposição seja em favor do Brasil e de seu povo e não uma queda de braço pelo empate técnico das eleições.

Acredito ainda que se houver colaboração aos bons projetos, ao compromisso de suar a camisa para novas tentativas, pois acredito que ninguém tem fórmula curativa e sim tentativa que vão se desenvolvendo, acertando, aparando, modificando, adubando assim como vem sendo feito nas UPP’s que teve a princípio glória e hoje se encontram com problemas sérios não só de gestão como de formação e qualificação profissional para evitar o abuso de poder.

Lidar com populações que falam uma língua brasileira diferenciada da nossa é difícil, mas daí a conceituar a mesma como sendo de delinquentes é preconceito linguístico e não pode nem deve ser usado para determinar conduta de caráter como vem sendo usado pelas autoridades dentro de favelas, que alias os próprios policiais também tem uma péssima formação de trato em suas falas, acredito por viverem em função de seu trabalho com a parte mais desprovida da população.

Criticar aumentos de luz, água, telefone, combustível, alimentos e tudo mais que estamos já carecas de saber que ocorrem exatamente após qualquer eleição não é novidade, afinal, quem é comerciante evita sempre estes aumentos antes exatamente para evitar ser foco de disputa nas campanhas, ser usado como bode expiatório.

O que de fato nos interessa a princípio é sim a diminuição da pobreza, da fome, do aumento da educação, do atendimento a saúde e assim vai seguindo as necessidades básicas. Acredito eu que ficar focando apenas em Petrobrás no momento tira o foco dos menos privilegiados afinal não tenho ações da Petrobrás, mas tenho conta pra pagar, comida para por a mesa, educação para ofertar aos meus filhos, segurança que necessito para me sentir cidadão em minha cidade, atendimento na saúde quando necessitar.

Petrobrás que se afunde, ela, e quem esteja em suas tetas, assim quem sabe se não voltamos aos velhos tempos sem poluição, sem crimes de transito, sem Detran, sem IPVA, sem ICMS e tantas outras taxas que pagamos para brincar de destruir o Planeta.

Como dizem, “sonhar, não custa nada…”, sonhemos então…

 

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Uma metamorfose humana do conhecer e aprender. Simples porém exigente. Bem sobre o autor desse blog, me parece ser um cara legal, gosta de conversar, dar pitacos aqui e acolá. Procuro ser o mais sincero que a vida me permite, adoro amizades, sou tímido acreditem também uma metamorfose ambulante como diria Raul. Adoro cozinhar, mas na escrita sou mesmo comilão, como acento, concordância verbal, minha gramática de fato anda bem mal, mas sou um cara legal. Tenho muito gosto em escrever o que me vem à mente ou o que me chega aos ouvidos e visão, sou um observador nato desde minha aparição. Aqui é um palco de teatro não se engane há muito de quem escreve e muito de fantasia, mas não há bilheteria, então sinta-se a vontade, puxe sua cadeira e sente, estou quase sempre presente, me enrolo muitas vezes nessa de seguir quem me segue, me perco nesse mundo danado de internet. Não sou esnobe, sou pessoa bem simples, gosto da natureza, da boa mesa, do bom papo, não tenho hora, não uso relógio para controlar meu tempo, a muito me deixei ser levado ao vento, ora furioso que me derruba e machuca, ora bondoso que me embala em doçura. Chamo-me Cláudio El-Jabel, também podem me chamar de Kambami ou Kael, adoro distribuir carinho sem intenção outra que não seja da amizade ser bela, ser amiga, ser sincera, entendo que nossa vida é algo muito rápido e nem sempre dá tempo de nos conhecermos melhor, mas essa é minha apresentação, muito prazer, eu não esqueço vocês, já os tenho em meu coração, sejam bem vindo então.
Esse post foi publicado em TEXTOS e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s