DÍVIDA ATÉ 2024

Após mostrar publicamente o organograma da quadrilha…

E agora…
Chora, faz biquinho, volta ao ninho, bebe até cair, tudo por não aceitar o que é competir. Desde pequenos as pessoas são ensinadas por alguns pais que futebol é como religião, cada qual defenda o seu até a morte. Mas ai me vem uma pergunta… e desde quando religião rima com morte ou mesmo o futebol?
O povo precisa crescer, e saber que um esporte por mais paixão que se tenha é um esporte. A competição esportiva não deveria ser vista como uma guerra entre nações e sim uma grande festa onde cada qual desfila o que tem, o que pode e como pode.
Interessante no Brasil que minguem se importou com a fortuna gasta para ter o evento Copa do Mundo aqui no Brasil enquanto hospitais, escolas e saneamento básico ficou para segundo plano, todos que lá estavam tiveram dinheiro para hospedagens, maquiagens, passagens aéreas, bebidas, comidas, ingressos caríssimos etc…
Agora que o time convocado como Seleção brasileira de futebol tomou sete gols de um time alemão que vem sendo preparado a tempo para conquistar o que eles também procuram a tempo é motivo para vaiarem, xingarem, e alguns ainda saírem pelas ruas quebrando tudo.
Das duas, uma, ou todos são usuários de crack, ou são loucos ou ainda amebas delinquentes.
Brasil perdeu sim, perdeu de fazer melhor não no futebol, mas no dia a dia das famílias brasileiras. Quem sabe agora os feriados acabem e voltemos a trabalhar para pagar até o ano de 2024 a dívida astronômica que vamos herdar depois do desmanche desse circo.
Ah! E para não dizer que não colaborei com ideias, poderíamos usar os grandes estádios para cultivar hortaliças, ou ainda soltar ovelhas que manteriam as gramas aparadas e dariam em troca o leite, queijo e carne, pois escola não daria pois não há professores, talvez ainda poderíamos colocar lá um presídio não esquecendo claro de deixar o espaço vip para nossos políticos, togados e claro o excelentíssimo Presidente da Fifa.

Anúncios

Sobre KAMBAMI

Uma metamorfose humana do conhecer e aprender. Simples porém exigente. Bem sobre o autor desse blog, me parece ser um cara legal, gosta de conversar, dar pitacos aqui e acolá. Procuro ser o mais sincero que a vida me permite, adoro amizades, sou tímido acreditem também uma metamorfose ambulante como diria Raul. Adoro cozinhar, mas na escrita sou mesmo comilão, como acento, concordância verbal, minha gramática de fato anda bem mal, mas sou um cara legal. Tenho muito gosto em escrever o que me vem à mente ou o que me chega aos ouvidos e visão, sou um observador nato desde minha aparição. Aqui é um palco de teatro não se engane há muito de quem escreve e muito de fantasia, mas não há bilheteria, então sinta-se a vontade, puxe sua cadeira e sente, estou quase sempre presente, me enrolo muitas vezes nessa de seguir quem me segue, me perco nesse mundo danado de internet. Não sou esnobe, sou pessoa bem simples, gosto da natureza, da boa mesa, do bom papo, não tenho hora, não uso relógio para controlar meu tempo, a muito me deixei ser levado ao vento, ora furioso que me derruba e machuca, ora bondoso que me embala em doçura. Chamo-me Cláudio El-Jabel, também podem me chamar de Kambami ou Kael, adoro distribuir carinho sem intenção outra que não seja da amizade ser bela, ser amiga, ser sincera, entendo que nossa vida é algo muito rápido e nem sempre dá tempo de nos conhecermos melhor, mas essa é minha apresentação, muito prazer, eu não esqueço vocês, já os tenho em meu coração, sejam bem vindo então.
Esse post foi publicado em TEXTOS e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s